Ao que me pertence

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Os papéis que me ouvem
Os livros que me veem
As letras que me falam
O silêncio que me acompanha
A história... minha vida
A memória, minha inimiga.
A música que me ensurdece
As palavras que me emudecem
À Tudo isso
Ao que me pertence...
A sabedoria que me engana!

M.D 22h04
João Pessoa, 23 de agosto de 2009

1 comentários:

Mônica de Andrade at: 31 de julho de 2011 19:49 disse...

Les memoires presque reelle seront toujours notre enemi (*)


(*) Juro que verifico a grafia depois.

"A memória, minha inimiga"